Cuidados que você deve ter com o estepe

Sempre falamos da importância de ter a manutenção dos pneus em dia, mas muitos motoristas esquecem de conferir as condições do estepe do carro, não é mesmo? Quando foi a última vez que você conferiu como está o seu? No post de hoje vamos passar algumas dicas e orientações sobre essa parte do carro.

O estepe nada mais é do que o pneu reserva do seu carro. Caso aconteça algo com algum dos pneus ele deve ser usado para substituir, tornando o processo muitas vezes mais rápido do que chamar o seguro. Além de servir como uma segurança/garantia, o estepe é um item obrigatório no carro previsto por lei. Caso você não esteja com ele no carro a punição prevista é de cinco pontos na carteira mais multa de R$195,23.

Para garantir que o estepe do seu carro está em boas condições é necessário conferir a data de validade. Pneus fora da validade podem causar ressecamento da borracha e consequentemente estouros ou danos ao carro, a data normalmente está escrita na lateral do pneu com as iniciais “DOT”. Lembrando que a validade dos pneus é de normalmente 6 anos, sendo usado este prazo também para o estepe.

Para evitar maiores problemas, sempre mantenha o estepe calibrado, pois mesmo estando guardado, este pneu também perde pressão conforme o tempo. A pressão indicada para o pneu reserva é informada no manual do veículo, mas alguns motoristas preferem calibrar com a mesma pressão dos outros pneus, ou um pouco acima.

O tamanho do estepe também é muito importante ser analisado, se o tamanho do aro dos pneus for alterado, é necessário que o estepe também seja alterado. Aros com tamanhos diferentes podem provocar desgaste precoce dos pneus e afetar a geometria do carro.

Com essas dicas o estepe do seu carro ficará sempre pronto para te ajudar, mas lembre-se, o estepe é um pneu reserva, não deve ser utilizado por muito tempo, o recomendado é que a substituição seja feita assim que possível.

 

Aditivos

Podendo ser usados no óleo do motor, combustível ou na água do radiador, os aditivos cumprem funções importantes na manutenção e funcionamento das peças do seu carro. Mas você sabe para que eles funcionam?

Proporcionando vários benefícios para o carro e ajudando na prevenção de problemas no motor, os aditivos devem ser utilizados com cuidado e cautela, antes de utilizar algum consulte o manual do seu carro e analise se a sua composição é aceita pelo fabricante, muitos carros não necessitam do uso desse componente e se usado podem causar problemas em seu funcionamento ou até mesmo a perda da garantia do veículo.

No combustível os aditivos são utilizados para evitar o acúmulo de sujeira no motor, evitando assim perda de potência, falhas ou até mesmo entupimentos. Se o seu carro é novo, este recurso pode ser dispensado, pois os mesmos já possuem tecnologia para o uso dos combustíveis sem aditivos. Carros usados ou que não são realizadas as devidas revisões é recomendado utilizar aditivos de limpeza profunda, mas é importante lembrar que o aditivo ajuda no funcionamento do veículo e não na correção de problemas, por isso se o seu carro apresentar falhas ou diferença no consumo de combustível procure um mecânico.

Os aditivos usados no óleo do motor também combatem o acúmulo de sujeira e auxiliam na lubrificação, aumentando a vida útil das peças do motor, normalmente a manutenção deste aditivo é feita na troca de óleo, levando sempre em consideração o tempo estipulado pelo fabricante, tanto do veículo como do óleo. Mas, preste atenção na troca deste recurso, a principal função de manutenção do motor é do óleo e não do aditivo, se usado em muita quantidade pode alterar a sua composição.

Por fim, o aditivo para radiadores, este aditivo tem propriedades que impedem que a água do radiador enferruje as suas partes de metal e também faz com que em temperaturas baixas ou elevadas, a água não congele ou ferva, respectivamente. Os veículos zero-quilômetro já possuem aditivos direto de fábrica e a troca pode ser realizada a cada dois anos. Se o seu carro é usado é aconselhado que a troca seja feita uma vez por ano, para veículos mais antigos também é importante substituir todo o líquido do radiador a cada 12 meses, este procedimento deve ser realizado por um profissional.

Saiba como reduzir o consumo de combustível do seu carro

Você sabe qual é a média de combustível que gasta por mês com o seu carro? E quais os fatores que ajudam na economia desse recurso? Confira no post de hoje os principais cuidados que você pode tomar para diminuir este consumo.

Quando falamos em combustível muitos motoristas não levam em conta quanto gastam por mês com o carro, e que existem fatores que podem reduzir essa quantidade. Você sabia que dependendo dos hábitos de manutenção e prevenção utilizados pelo motorista, a taxa de consumo pode diminuir em até 25%?

Para a redução deste consumo, e consequentemente do gasto, é necessário estar com a manutenção do seu carro em dia. A prevenção sempre é recomendada para evitar grandes prejuízos, por isso, realize a revisão do seu carro dentro do prazo estipulado. Óleo lubrificante e filtro de combustível também devem estar em perfeito estado, as indicações de prazos e validade são encontradas no manual do carro.

Os pneus também podem contribuir, responsáveis pela aderência do carro com o solo, se não estão em condições favoráveis podem ocasionar sobrecarga ao motor e aumentar o consumo de combustível em até 20%, além disso, devem estar com a pressão indicada para o tipo de carga e trajeto.

Neste calor sabemos que, para alguns motoristas, é quase impossível dirigir sem ar condicionado, mas este recurso é um dos que mais consome combustível quando ligado. Se você é um dos motoristas que não vive sem, a nossa dica é usá-lo no modo circulação interna. Manter o filtro do ar sempre limpo e higienizado também ajuda na diminuição do consumo.

Já comentamos aqui no blog sobre a importância do limite de carga do veículo, além de interferir no consumo, o transporte de carga acima do indicado pode danificar peças como as suspensões, freios e pneus. Por isso, retire bagageiros quando não serão usados e opte por carregar cargas menos volumosas e pesadas.

Saber onde e quando abastecer também ajuda na economia. Não deixe o seu tanque ficar vazio, muitos motoristas abastecem o carro apenas quando a gasolina já está acabando e a luz da reserva do carro está acesa, esta prática faz com que acumule detritos no compartimento de gasolina, prejudicando a eficiência dos filtros e do motor.

Abastecer o carro da maneira certa, fazer a manutenção preventiva e usar os recursos do carro com atenção são alguns dos modos de reduzir o consumo de combustível e economizar na hora de abastecer o carro, por isso preste atenção nesses fatores e utilize o seu carro da melhor forma.