Como transportar o seu pet dentro do carro?

Levar o pet junto em passeios em família, viagens ou saídas rápidas ficou muito mais frequente nos últimos anos e já faz parte da rotina diária de muitas pessoas. O transporte desses animaizinhos é permitido, porém requer alguns cuidados especiais que respeitem a legislação de trânsito atual e que garantam a segurança do seu companheiro.

          Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, transportar o animal solto dentro do veículo, seja ele no banco de trás, com as patas ou a cabeça para fora da janela, na carroceira de caminhonetes ou entre os braços e pernas do motorista, é uma prática proibida que pode gerar uma multa e pontuação na habilitação. Além, claro, de todo o risco para o animal e para as outras pessoas no veículo.

          Para evitar qualquer acidente ou incômodos desnecessários durante o passeio, algumas opções de transportes seguros estão disponíveis no mercado. Para escolher o mais adequando, leve em consideração o temperamento do seu pet, se ele se sente bem em ambientes fechados, por exemplo, o tamanho e a disponibilidade de espaço dentro do veículo.

Caixinha de transporte

          Esse é o método mais conhecido e também o mais seguro para o transporte de cachorros e gatos. Facilmente encontradas no mercado, as caixinhas de transporte estão disponíveis em diversos tamanhos e são colocadas no banco do carro, presas ao cinto de segurança, evitando movimentos bruscos em manobras mais rápidas e em curvas.

          O mais importante antes de utilizá-la e acostumar o seu pet ao interior da caixa e se certificar de que há espaço suficiente para ele se movimentar. Para isso, compre-a com antecedência e vá aos poucos inserindo ela na vida do animal, deixando– o por alguns minutos e aumentando gradativamente esse tempo até o dia da viagem.

Cinto de segurança peitoral

          Esse método por ser usado por pets de todos os tamanhos, inclusive os maiores. Ele funciona como uma guia comum, mas que pode ser acoplada ao cinto de segurança do veículo, protegendo o animal de trancos durante o percurso. Além disso, pode representar uma alternativa mais confortável, já que ele não vai ficar preso em um espaço pequeno, como na caixa de transporte, mas vai estar em segurança e não interferirá no motorista.

          Se a sua preocupação for a higiene do banco traseiro, já que muitas vezes os animais soltam pelo, uma indicação é a capa de proteção impermeável que, além de proteger o assento, traz mais conforto para o pet.

Assento Cadeirinha

          A cadeirinha é semelhante a um cesto, indicada para animais pequenos, com até 10kg. É a forma mais confortável de transportar seu pet, já que ele não vai preso dentro da caixa, e proporciona mais visibilidade para ele durante a viagem.

          A cadeirinha fica presa pelo cinto de segurança do veículo e o pet preso dentro dela pela guia.

Grade de segurança

          A grade de segurança é indicada para o transporte de animais maiores e deve ser usado junto com o cinto de segurança. Ela está disponível em diversos tamanhos e modelos e é colocada entre o banco da frente e o de trás, assim o pet não consegue colocar a cabeça para a frente, não interferindo na direção e na atenção do motorista.

          Existem diversos modos de proteger o seu pet durante a viagem, você só precisa escolher qual se adapta melhor às características dele e curtir o passeio. O indicado é sempre manter o carro bem ventilado e com uma temperatura agradável e não alimentar o animal em excesso antes da viagem. Porém, é importante lembrar que alguns animais podem não gostar de passear dentro de carros em movimento. Opte por passeios a pé para evitar o estresse e o desconforto do pet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *