5 componentes importantes para seu carro rodar tranquilo

Neste post separamos algumas peças que são de extrema importância para o bom funcionamento do seu veículo, em cada peça falaremos um pouco sobre a função de cada uma e dos benefícios e sintomas que você deve se atentar para manter seu veículo sempre rodando tranquilo. Vamos lá!

Escapamento

O sistema de escapamento do carro é um dos itens que passam mais despercebidos pelos motoristas e a atenção vem quando é acompanhada de algum problema na forma de barulhos estranhos ou quando já está em nível de precariedade tal que se desliga do veículo sendo arrastado pela estrada. Contudo o sistema de escape é capaz de alterar tanto o desempenho quanto a percepção do motorista, pois é a partir do ronco produzido pelo automóvel que se mostra uma das mais importantes características de funcionamento do veículo. Uma dica importante é manter o cuidado para que o sistema de escapamento não esteja irregular ou liberando fumaça demais, pois nestes casos podem resultar em multa para o condutor.

Uma das principais funções do escapamento, senão a principal, é a eliminação dos gases gerados após a queima nos cilindros, ou seja, ele é o caminho usado para eliminação dos gases filtrados para fora do veículo, também tem a função de evitar que estes gases tóxicos penetrem o interior do carro. Ainda tem a função reduzir a poluição sonora e manter o bom desempenho do veículo.

Um item a se considerar é manter um hábito de revisão do sistema de escapamento a cada seis meses ou a cada vinte mil quilômetros para garantir o tempo de vida útil do escapamento, pois devido à má qualidade do combustível, com impurezas e adulterações o sistema de escapamento tem sua vida útil encurtada. Existem as variações, porém o tempo de vida útil do sistema de escapamento está em média de três anos.

Uma peça que é tida como um acessório do sistema de escape é o abafador esportivo, pois além de diminuir os ruídos emitidos pelo escape original ele pode resultar num ganho de potência por ser capaz de otimizar o fluxo de saída de ar.

Temos diversas peças complementares para sistemas de escapamento de veículos. Clique aqui para conferir.

Rolamento de roda

Talvez o ponto principal de percepção deste item no veículo é quando estes começam a dar os primeiros sinais de necessidade de troca, você poderá perceber quando eles iniciarem os chamados roncos que são os sinais mais precisos indicando a troca de rolamentos. Se você percebeu este primeiro indício, já pode passar na DiskPeças pedir seu kit de rolamentos de roda, caso ainda não tenha certeza quanto a este problema, você pode levar seu veículo em um uma mecânica que tenha uma plataforma de elevação, desta forma é possível examinar a roda em que está dando o ronco e compara-la com a roda boa. Outra forma de constatar que a troca é necessária é verificar o desgaste irregular do pneu ou se o pneu possui caroços na banda de rodagem e bolhas nas bandas laterais.

Os rolamentos de roda são responsáveis, como já diz o nome, por rodar, porém estes devem rodar sem problemas, para isso devem estar bem lubrificados com uma graxa especial por exemplo, de outra forma podem acabar retendo umidade e consequentemente levando a oxidação, esta que é potencialmente letal a vida útil do rolamento. Caso você ainda precise de mais uma forma de saber se é a hora de efetuar a troca dos rolamentos de roda é fazendo o teste de rodagem, ou seja, se o barulho aparece somente acima dos 40 km/h.

Para manter a vida útil dos rolamentos de roda você pode tomar alguns cuidados simples, por exemplo, se por acaso seu veículo for mais antigo a blindagem do rolamento estará mais danificada, desta forma é preciso cuidar em transitar em áreas alagadas, pois a àgua pode fazer o rolamento perder lubrificante interno, outro ponto a se considerar é a sobrecarga no veículo, ou seja, o peso excessivo, pois quanto maior a carga que o veículo sofrer menor será a vida útil dos rolamentos.

Tucho de válvula

Existem dois tipos, os tuchos mecânicos que funcionam com a ação de molas mecânicas, e os tuchos com acionamento hidráulico, estes são bem parecidos com um sistema de cilindro e pistão onde o cilindro recebe a vazão de óleo da bomba e gera pressão interna movimentando o pistão interno. Tuchos hidráulicos são peças usadas para eliminar a folga entre a válvula e o balancim, tornando o funcionamento mais silencioso, pois este trabalha com folga-zero e possui regulagem automática, assim quando se utiliza tuchos mecânicos, impede que o motor exceda em RPMs, evitando a flutuação das válvulas e eventual quebra do motor. Funcionam com a pressão e o fluxo do óleo, desta forma possui a regulagem automática.

A principal função dos tuchos hidráulicos é minimizar a folga entre o came do comando de válvula e a própria válvula. Os tuchos hidráulicos colocados no cabeçote do motor, possuem uma haste interna que é acionada com a função de manter um pequeno curso que irá fazer com que o balancim  se ajuste perfeitamente com as válvulas reduzindo ao mínimo a sua folga. Com o tempo sofrem desgaste e como dizem, podem engripar, devido à formação de borra de óleo no seu interior, daí vem à chamada “batida de válvulas”.

Óleo lubrificante

Verificar o nível de óleo do motor de seu veículo é essencial para manter sua vida útil. É um dos passos mais simples da manutenção veicular que pode ser realizada por você mesmo, importante principalmente antes de se fazer longas viagens que exijam mais do motor. Uma dica é verificar o nível de óleo antes de dirigir o veículo, quando o motor e o óleo ainda estiverem frios. O óleo deve estar concentrado no cárter do motor. Após o funcionamento do motor, o nível de óleo aparecerá mais baixo, o que pode levá-lo a erroneamente completar o nível. Se você acabou de dirigir e deseja checar o nível de óleo, aguarde pelo menos dez minutos para que ele desça para o cárter novamente.

No inverno como é mais frio, é indicado dirigir o carro por alguns quilômetros antes de verificar a medição, para que o óleo se solte e fique menos viscoso. Deixe o motor funcionando por alguns minutos. Em seguida, desligue-o e deixe esfriar por pelo menos cinco minutos antes de fazer a medição.

Manter o veículo em uma superfície plana é imprescindível para que você não tenha uma leitura errada. Abra o capô do veículo e pegue a vareta de medição de óleo, esta possui um pegador em formato circular, adaptada para você usar seus dedos para retira-la facilmente, esta vareta tem aproximadamente 30 centímetros. Uma recomendação é ter em mão toalhas de papel ou um pano de estopa para que primeiramente você limpe-a e posteriormente a mergulhe novamente no compartimento para verificar a consistência e textura do óleo. Um óleo em boas condições deve apresentar uma coloração amarelo-esverdeada, e nunca uma coloração escura (Verifique o manual do usuário de seu veículo para obter a quilometragem correta para a troca).

Vela de Ignição

A vela de ignição é um componente elétrico que é encaixado à cabeça do cilindro em motores de combustão interna e inflama a mistura comprimida de ar/combustível por meio de uma faísca elétrica. Essa faísca causa uma explosão que impulsiona os pistões, o que gera o movimentando contínuo do motor.

As velas possuem uma vida útil relativamente baixa, se comparada a outras peças, desta forma devem ser inspecionadas por um mecânico a cada 10.000 km na grande maioria dos veículos nacionais. A inspeção periódica das velas pode te alertar sobre outros problemas no veículo e evitar danos maiores, vejamos ver os principais sintomas. Desgaste natural excedido, Corrosão dos eletrodos, Fuligem preta (carbonização seca), Sujeira preta e oleosa (carbonização oleosa), Resíduos de Chumbo, Outros Resíduos e Impurezas, Superaquecimento, Eletrodo Central Fundido, Eletrodos Central e Lateral Fundidos, Isolador trincado ou quebrado.

Você pode conferir aqui algumas peças e acessórios relacionados às velas de seu veículo.

São muitos os motivos que podem implicar em problemas nas velas do veículo, porém os citados acima são os mais comuns, porém caso você tenha o hábito de visitar periodicamente o mecânico para manter a inspeção das velas em dia pode te ajudar a constatar com antecipação outros problemas no motor. Esperamos ter ajudado com este post, porém se você desejar mais informações sobre o mundo automotivo e sua peças fique ligado em nosso blog e em nossos materiais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *